Terra fresca da sua tumba

R$49,00

“Uma voz nova, contundente e perturbadora, que tem muito a dizer sobre a renovação da literatura fantástica sul-americana.” – Luis Manuel Ruiz, Diário de Sevilla

O ruído da terra estrangeira, o fantástico e o macabro emaranhados no cotidiano, a crueldade de que só a família é capaz. Tramas de vingança e reconciliação circundam o abismo da morte e do trauma, em uma prosa intrépida e sensível, que extrai do dia a dia uma beleza brutal. Os seis contos longos que compõem a estreia em livro no Brasil da boliviana Giovanna Rivero são um chamado a outras vidas possíveis; expurgo e oração. 

Tierra fresca de su tumba foi publicado no idioma original na Argentina (Marciana, 2020); na Bolívia (El Cuervo, 2020); e na Espanha (Candaya, 2021). Alguns contos foram traduzidos para o italiano e incluídos no livro Ricomporre amorevoli scheletri (Gran Via, Itália, 2020). A edição em português, Terra fresca da sua tumba, é o primeiro livro da autora lançado no Brasil, em coedição das editoras Incompleta e Jandaíra.

Com textos de Carola Saavedra e Paloma Franca Amorim.

192 páginas.

Mais detalhes abaixo.

Em estoque

Contos de Giovanna Rivero.
Textos de Carola Saavedra e Paloma Franca Amorim.

192 páginas |  ISBN: 978-65-88104-03-3


Coordenação editorial: Laura Del Rey e Lizandra Magon de Almeida
Tradução: Laura Del Rey
Preparação de texto: Lizandra Magon de Almeida
Revisão [tradução]: Raquel Dommarco Pedrão
Revisão: Aline Caixeta Rodrigues
Capa e ilustração: Laura Del Rey
[4ª capa]: reprodução de detalhe de ambrótipo | fotografia gentilmente cedida por Roger Sassaki
Projeto gráfico e diagramação: Ângela Mendes
Catalogação: Ruth Simão Paulino
Agradecimentos: Carla Piazzi, Gabriela Aguerre, Miriam Marinotti


Sobre a autora

Giovanna Rivero nasceu em Montero, Bolívia, em 1972, e mora em Lake Mary, nos Estados Unidos. É escritora e doutora em literatura hispano-americana pela Universidade da Flórida.

É autora dos livros de contos Las bestias (1997), Prêmio Municipal de Santa Cruz; Contraluna (2005); Sangre dulce (2006); Niñas y detectives (2009); e Para comerte mejor (2015), Prêmio Dante Alighieri. Publicou quatro romances: Las camaleonas (2001); Tukzon (2008); Helena 2022 (2011); e 98 segundos sin sombra (2014), transposto ao cinema pelo diretor boliviano Juan Pablo Richter e vencedor do Prêmio Audiobook Narration. Entre seus livros juvenis, destacam-se La dueña de nuestros sueños (2005) e Lo más oscuro del bosque (2015), livro recomendado do ano pela Academia Boliviana de Literatura Infantil e Juvenil. 

Em 2004 a autora participou do Iowa Writing Program e em 2007 recebeu a bolsa Fulbright. Em 2005 obteve o Prêmio Nacional de Contos Franz Tamayo e, em 2015, o Prêmio Internacional de Contos Cosecha Eñe. A Feira Internacional do Livro de Guadalajara de 2011 incluiu Rivero na lista dos “25 Segredos Literários Melhor Guardados da América Latina”.


Lançamento on-line

13/03, sábado, das 14h às 15h30, no YouTube do Memorial da América Latina.
Com uma apresentação da autora Giovanna Rivero  + um clube de leitura (em português) sobre o conto “Peixe, tartaruga, urubu”, mediado por Raquel Dommarco Pedrão*.

* O conto será enviado gratuitamente pelo Memorial a todos que se inscreverem no clube de leitura.


Nossas redes

@editoraincompleta@editorajandaira


 

Peso260 g
Dimensões13.5 × 1.3 × 20.5 cm
Páginas

192

Tiragem

2000

0