Infelizes à sua maneira

R$72,00

Contos de Lucas Verzola,
posfácio por Felipe Charbel


Um acervo fotográfico de quase cem anos é o ponto de partida de Lucas Verzola para montar este álbum-livro. Atormentado por memórias do cotidiano de sua própria família, o autor constrói uma série de narrativas curtas, combinando textos de hoje com retratos de ontem – alguns tirados há mais de um século –, e convida o leitor a percorrer a intransponível ponte entre a suposta objetividade da imagem e a abertura imaginativa da palavra. É assim que acessamos, por um buraco de fechadura, o inadequado Jacinto, que usa sempre o mesmo par de sapatos; Josefa, que se manda de casa sem deixar bilhete; o cantor de bailes Ronilson de Freitas; e o prodígio Miguelzinho, que aprendia a tabuada do seis e subitamente murchou. Estes e outros personagens deste inquérito ficcional encarnam um Brasil que, décadas depois, seguiria assombrado pelos mesmos espectros. Entre a candura do amor de primos e a força bruta dos bondes, o pacto vil de homens honrados e uma panela queimando no fogo, o autor desobstrui brechas íntimas que nos permitem espiar, curiosos, vidas que bem podiam ser a nossa, infelizes à nossa maneira.


 

Em estoque

Escrito por Lucas Verzola,
assombrado por fotografias de seu acervo familiar.

Coordenação editorial: Laura Del Rey

Posfácio: Felipe Charbel

Edição e preparação de texto: Laura Del Rey e Victor Pedrosa Paixão

Revisão de texto: Ana Mendes e Ce Oliveira [posfácio]

Capa, projeto gráfico e tratamento de imagens: Letícia Lampert

Produção gráfica: Laura Del Rey e Letícia Lampert

Assistência editorial: Fernanda Heitzman

Agradecimentos do autor: Vana Medeiros, Cassiano Viana, André Balbo, Arthur Lungov, Felipe Charbel, Ana Lima Cecilio e a todos os fantasmas retratados

Catalogação: Ruth Simão Paulino


ISBN: 978-65-88104-27-9 | 94 páginas | 2024


Sobre o autor

Lucas é Verzola, mas também Oliveira Campos e poderia muito bem ter sido Palumbo, Bueno, Bernardi, Gentile, Alicce, Sperti, Grandi: sobrenomes sonegados que conseguiu rastrear. Além de escritor, é arqueólogo de memorabília e uma espécie de guardião das fotografias da família. Sua preferência pela ficção – que o fez largar o curso de história para se formar em direito – opera como força motriz deste livro, em que a fidedignidade dos retratos tem sua tenacidade confrontada por realidades imaginadas. Em vidas passadas, publicou os livros de contos A última cabra (2019) e Em conflito com a lei (2016), ambos pela editora Reformatório, e São Paulo depois de horas (2014), pela editora Patuá. Fundou a revista Lavoura e o escritório de roteiros Terceira Margem, tem pós-graduação em direção teatral, pesquisa narrativas breves e atua eventualmente em quase todas as etapas do processo editorial.

> Para ler a biografia completa de Lucas Verzola, clique aqui.


 

Peso280 g
Dimensões14 × 1 × 19 cm
0