_Giovanna
Rivero

    A boliviana Giovanna Rivero é um dos maiores destaques da literatura contemporânea de seu país.

    Nascida em Montero (1972), foi professora de semiótica e jornalismo por muitos anos na Universidad Privada de Santa Cruz de la Sierra. Além disso, colabora com diversos jornais e revistas nacionais e internacionais.

    A escritora publicou quatro romances (Las camaleonas; Tukzon, historias colaterales; Helena 2022: La vera crónica de un naufragio en el tiempo; e 98 segundos sin sombra), três coletâneas de contos (Contraluna; Sangue dulce; e Niñas y detectives) e um livro infanto-juvenil (La dueña de nuestros sueños).

    Rivero venceu o “Prêmio Municipal de Santa Cruz de Literatura” em 1997 com Las bestias; em 2002, conquistou o “Prêmio en Cuentos Franz Tamayo” com La Dueña de nuestros sueños.

    Em 2004, a autora participou do Programa de Escrita de Iowa, na University of Iowa, e em 2006 foi premiada com a bolsa Fulbright, que lhe permitiu concluir o Mestrado em Literatura Latino- americana na University of Florida.

    A revista FIL Guadalajara selecionou Giovanna como um de “Los 25 Secretos Literarios Mejor Guardados de América Latina”, em 2011.

    A revista espanhola Eñe escolheu o relato “Albúmina” da autora entre mais de 4000 recebidos para o seu famoso prêmio “Cosecha Eñe”.

    Atualmente, Giovanna vive nos Estados Unidos, em Ithaca, onde dá aulas de escrita.

    0